5 dicas de comunicação no varejo

em

Ao passar dos anos, linhas de comunicação evoluem, tendências se modificam e com o varejo isso não é diferente, cada vez mais a disputa do mercado aumenta, com isso temos que nos atualizar sempre. Por isso, criamos 5 dicas de como você pode estar por dentro do mercado “É só amanhã, só amanhã mesmo!”
infografico-pagina-cuidar-gerenciar-dicas-facebook-fanpage-pagina-captura
1ª – Buscar referências:

Antes de se posicionar visualmente, executar ideias/briefings temos que ter um norte do que está em alta no mercado, nada melhor que buscar referências. Podemos fazer isso olhando para os concorrentes, isso mesmo, para o concorrentes, para ver o nível de abordagem de cada um e assim criar a comunicação para o seu cliente, demonstrando que você não está sendo “um peixe fora d’água”, quando for veicular suas campanhas.

Sites para busca de referência:

behance.com | pinterest.com | updateordie.com | clios.com/awards | creativeadawards.com
2ª – Estilo de Direção de Arte:

No varejo a direção de arte tem o grande desafio de comunicação direta com o público final, pois além de um layout bonito, tem que ser de fácil entendimento, chamativo para se destacar dos concorrentes e logicamente vender. Geralmente as campanhas/peças são com cores mais vibrantes, ofertas (produtos), informações em destaque e logo em evidência. Tudo para atender o cliente atingindo seu público com o intuito de aumentar suas vendas.
3ª – Entender o mercado que o cliente atua:

Para ter uma noção melhor do cliente, sempre é bom ir visitar o PDV para ver a necessidade do cliente e o tipo de consumidor que ele tem, ver como eles reagem no momento de experiência/compra, para poder elaborar as melhores opções de peças, melhorando assim a comunicação sendo mais direto com o público-alvo.

4ª – Padronização:

No mundo do varejo temos uma grande listagem de materiais publicitários que podemos executar, e durante esses job’s não podemos perder o “fio da meada” na identidade visual. A maioria dos clientes usam o “branding” como guia para esses momentos de elaboração das peças. (Tipos de padronização: Fontes, fotos, paletas de cores, disposição de layout, tipos de aplicação de logo e etc.) Tudo para quando o consumidor ver qualquer tipo de peça dessa empresa ser reconhecido facilmente, sem muitas vezes nem precisar ver o logo pois a comunicação da marca vai estar muito bem posicionada em todos os seu materiais desde um precificador até um outdoor.

 

5ª – Saber equilibrar a criatividade e o objetivo do cliente:
As vezes temos que controlar nossa sede de criatividade na execução de materiais para varejo, pois nem sempre o que é bonito é o que vai melhor comunicar com o objetivo final da peça. Pelo fato de estarmos lidando com abordagem direta do “tem que vender”, então o mais simples pode ser o mais eficaz, atendendo o que o cliente precisa. Por isso temos que sempre pesquisar, analisar como o consumidor reage a cada situação, se é um material de PDV como que tem que ser? Se é um outdoor como ele vai se sentir impactado? Um folheto, ele vai querer pegar para ler se não tiver um chamada bem diagramada? Essas são algumas perguntas que devemos fazer quando for analisar “vou fazer algo carregado com 3D, fundo com efeitos, splash’s ou apenas um lettering com fundo chapado para dar mais destaque a oferta?”.

 

Essas são as dicas que usamos aqui na agência e tenho certeza que vão ajudar,  se bem aplicadas. Se souber de alguma outra dica não esqueça de nos contar, e se gostou do conteúdo, compartilhe. Até a próxima.

Por Willian Balbueno

PLANNER_1000x350

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s